Compartilhe com seus amigos:

Sintra é uma vila que fica dentro da região metropolitana de Lisboa, por isso quem está passeando na capital portuguesa pode desviar do roteiro um pouquinho, pois vale muito a pena a visita. Dica: acorde cedo e pegue o primeiro trem da manhã (bilhete: 2,75€ por pessoa). Quase tudo em Sintra fecha por volta das 19 horas, então realmente é importante chegar bem cedo para aproveitar.

Dediquei um dia para conhecer esta pequena e simpática cidade, que tem ares de interior, mas é movida ao turismo, cheia de pontos turísticos deslumbrantes, como palácios, castelos e um lindo centro histórico, além de ser uma zona-dormitório que fica a apenas 40 minutos de comboio (trem) de Lisboa. Hospedar-se em Sintra é uma boa pedida para quem tem alguma dificuldade de encontrar bons lugares para ficar na capital.

O que fazer em Sintra

  • Parada obrigatória para o pequeno almoço: a famosa pastelaria Piriquita, em atividade desde 1862 – peça o típico travesseiro, um bolo à base de massa folhada, creme de ovo e amêndoa, que tem mesmo a forma de um travesseiro (e é uma delícia!).
Travesseiros, doce típico de Sintra, servido na pastelaria tradicional Piriquita – Créditos: Piriquita/Facebook
  • Reserve um tempo para andar a pé pelas ruas de Sintra, para sentir a cidade. Essa é uma experiência marcante da visita, voltar um pouco no tempo e entender um pouquinho as formas e cores que os mais de 800 anos deixaram na cidade.
Ruas de Sintra – Créditos da foto: Ocasional Spring
  • Imergir e perder-se na Quinta da Regaleira, um dos mais surpreendentes monumentos da Serra de Sintra, localizada no centro histórico da Vila de Sintra, construída entre 1904 e 1910, no período da monarquia (bilhete: 6€ por pessoa sem guia).
Palácio da Regaleira – Créditos: Globe Guide

A Quinta da Regaleira é cheia de construções fascinantes e misteriosas. No passeio, você encontra grutas, lagos, cascatas, santuários, um palácio e construções enigmáticas. Muitas histórias associam alguns desses lugares à Maçonaria, aos Cavaleiros Templários e a Alquimia.

  • Conhecer o icônico e impressionante Castelo dos Mouros (bilhete: 8€ por pessoa).
Castelo dos Mouros – Crédito da foto: Dicas de Lisboa e Portugal

Erguido no século IX pelos muçulmanos, nunca foi parte de alguma batalha. Sua principal função era evitar que Lisboa fosse surpreendida, ajudando a vigiar a cidade. Sua imponência cruzou séculos, preservando uma história rica, da qual participaram muçulmanos, judeus e também cristãos, deixando marcas, inclusive na arquitetura do lugar.

Dica valiosa:

Para quem tem tempo e gosta de apreciar o lugar que visita com mais calma, o ideal mesmo seria reservar um dia inteiro para a Quinta da Regaleira e outro dia para o Castelo dos Mouros, mas é possível fazer ambos em um dia.